domingo, 4 de novembro de 2018

Heteranthemis viscidehirta Schott (Asteraceae = Compositae)

Encontrámos e fotografámos esta curiosa composta, muito pouco comum em Lu (https://flora-on.pt//index.php?q=Heteranthemis): Heteranthemis viscidehirta Schott (Asteraceae = Compositae), em Vila Real de Santo António, num pinhal perto do porto, em 30.V.2018, em conjunto com plantas como os arbustos Retama monosperma (L.) Boiss. e Retama sphaerocarpa (L.) Boiss. (Leguminosae), ou as plantas herbáceas Pycnocomon rutifolium (Vahl) Hoffmanns. & Link (Dipsacaceae), Linaria spartea (L.) Chaz. (Plantaginaceae, Antirrhineae) ou Vulpia Alopecurus (Schousb.) Dumort. (Gramineae), para dar alguns exemplos. Trata-se de um endemismo da Região Mediterrânica Ocidental:
Greuter, W. (2006+): Compositae (pro parte majore). – In: Greuter, W. & Raab-Straube, E. von (ed.): Compositae. Euro+Med Plantbase - the information resource for Euro-Mediterranean plant diversity. 
(http://ww2.bgbm.org/EuroPlusMed/PTaxonDetail.asp?NameCache=Heteranthemis%20viscidehirta&PTRefFk=7000000)

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Vulpia unilateralis (L.) Stace (Gramineae = Poaceae)

Vulpia unilateralis (L.) Stace = Triticum unilaterale L. (Gramineae = Poaceae) - planta anual de origem alto-alentejana semeada em Coimbra, em VI.2018, em floração em IX.2018.
Parece fazer parte de prados xerofíticos - vegetação pratense anual, da ordem Thero-Brachypodietalia.

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Capsicum baccatum L. (Solanaceae)

Fotografámos este curioso pimento cultivado em Coimbra, 29TNE4950, alt. ca. 100 m, em Setembro de 2018. Pensamos que será provavelmente Capsicum baccatum L. (Solanaceae), podendo possivelmente tratar-se do muito ornamental cultivar "Chapéu de Bispo".

domingo, 2 de setembro de 2018

Linaria polygalifolia Hoffmanns. & Link subsp. polygalifolia (Plantaginaceae) + Sedum sediforme (Jacq.) Pau (Crassulaceae)

Linaria polygalifolia Hoffmanns. & Link subsp. polygalifolia (da tribu Antirrhineae, família Plantaginaceae, outrora Scrophulariaceae), um endemismo ibérico e uma belíssima espécie que aparece nas dunas, não longe do mar, por exemplo na Figueira da Foz: Quiaios e em Cantanhede: Tocha, na BL, florescendo ao longo da Primavera, Verão e Outono (http://flora-on.pt/#/1linaria+polygalifolia).



Fotos da BL: Figueira da Foz, dunas marítimas. 21.VI.2005 & 15.VII.2009.
Na 2.ª foto a contar de baixo é possível também ver Sedum sediforme (Jacq.) Pau (= Sempervivum sediforme Jacq.) (Crassulaceae), outra planta frequente na orla marítima

domingo, 5 de agosto de 2018

Brachypodium sylvaticum (Huds.) P. Beauv. (Gramineae = Poaceae)




Brachypodium sylvaticum (Huds.) P. Beauv. = Festuca sylvatica Huds. (Gramineae = Poaceae), fotografado em floração em Coimbra, 29TNE4950, alt. ca. 100 m, em 5.VIII.2018

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Verbena officinalis L. (Verbenaceae)





Verbena officinalis L. (Verbenaceae) é uma espécie característica da ordem Plantaginetalia majoris, da classe Molinio-Arrhenatheretea, que é bastante frequente em Portugal, sobretudo no Norte e Centro (http://flora-on.pt/#/1Verbena+officinalis), e de vasta distribuição eurasiática e mediterrânica (http://euromed.luomus.fi/euromed_map.php?taxon=533095&size=medium) - neste caso, fotografada na BL: Coimbra, 29TNE4950, alt. ca. 100 m, em 2.VIII.2018.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Lotus parviflorus Desf. (Leguminosae = Fabaceae)





Lotus parviflorus Desf. (Leguminosae = Fabaceae), é um endemismo da Região Mediterrânica  (http://euromed.luomus.fi/euromed_map.php?taxon=537400&size=medium), e uma espécie característica da aliança Agrostion Pourretii, da classe Isoeto-Nanojuncetea (Rivas-Martínez & al. in Itinera Geobotanica 15 (2): 440 & 636, 2002), relativamente comum em Portugal (http://flora-on.pt/#/1Lotus+parviflorus), fotografado na BL: Coimbra, 29TNE4950, alt. ca. 100 m, em 1.VIII.2018.