quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Viburnum treleasei (Adoxaceae)

Viburnum treleasei «folhado-dos-açores» (Adoxaceae). N.b. frutos carnudos, de dispersão ornitocórica (= dispersos por aves), como acontece com a maioria dos arbustos indígenas dos Açores [Terceira, Açores; foto C. Aguiar]

Os meus dois post anteriores versaram dois Viburnum - V. opulus e V. lantana - muito raros em Portugal, porém com uma enorme área de distribuição euroasiática e norte-africana. Estas duas espécies são finícolas no nosso país, isto é as nossas populações situam-se no limite da área de distribuição destas espécies.
Temos ainda mais dois Viburnum na nossa flora. O V. tinus, o vulgar «folhado», tem uma distribuição mediterrânica, estando presente em Portugal desde Trás-os-Montes ao Algarve, em áreas de clima mediterrânico não muito frio e com alguma oceanidade. O V. tinus é um dos arbustos mais cultivados nos jardins nacionais. O V. treleasei (= V. tinus subsp. subcordatum) é um endemismo açoreano, citado para todas as ilhas do arquipélago excepto a Graciosa, morfologicamente muito próximo do V. tinus.
O V. tinus é putativamente a espécie-irmã - i.e. admite-se que estas duas espécies partilham um ancestral comum, sem descendentes adicionais - ou a espécie ancestral do V. treleasei. A história evolutiva do V. treleasei pode, no entanto, encerrar muitas surpresas porque as relações evolutivas entre o V. treleasei e o endemismo canarino V. rigidum não foram ainda elucidadas, creio.

1 comentário:

  1. Assim ficamos a saber muita coisa sobre viburnos!!

    zg

    ResponderEliminar