terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Alpercheiro em amendoeira

As árvores de fruto exigem muita atenção para produzirem fruto com qualidade, e vegetarem com saúde, a nosso gosto. Pedimos muito às árvores domesticadas: que produzam frutos grandes em quantidade, que mantenham uma forma acessível para a colheita e tratamentos fitossanitários; que lutem estoicamente contra doenças e pragas; e que suportem todo o tipo de violências físicas (poda, enxertia e mobilização do solo). A nossa relação com as árvores de fruto fundamenta-se num contrato tacitamente aceite por ambas as partes: nós defendemos e propagamos as árvores, em contrapartida recebemos frutos maravilhosos, impossível de imitar artificialmente.

O conceito de enxertia é simples: sobre um sistema radicular com características vantajosas (e.g. resistência a doenças, à secura ou ao calcário activo), que toma o nome de cavalo ou porta-enxerto, "espeta-se", com uma técnica adequada de enxertia (variável de espécie para espécie), a copa de uma planta com interesse económico, ou que satisfaça os nossos desejos. O cavalo não necessita de pertencer à mesma espécie do enxerto, mas para que as enxertias tenham sucesso o cavalo e o enxerto são, regra geral, filogeneticamente próximos. Cada grupo de plantas tem "regras" próprias no que toca às compatibilidades de enxertia. Por exemplo, enxerta-se pereira (Pyrus communis) em marmeleiro (Cydonia oblonga) ou pilriteiro (Crataegus monogyna), mas não macieira em pereira. As enxertias possíveis nas prunóideas (árvores da família das rosáceas de fruto com caroço, pertencentes ao género Prunus) cultivadas são mais variadas: podemos construir uma árvore onde convivem quatro ou mais espécies, e.g. pessegueiro, ameixeira-europeia, amendoeira e alpercheiro. Um dos cuidados a ter em conta nas árvores enxertadas é a eliminação dos lançamentos provenientes do porta-enxerto. Por essa razão se escava a vinha, e se cortam os rebentos da base (ladrões) no castanheiro.

O alpercheiro (Prunus armeniaca, Rosaceae) enxerta-se facilmente em amendoeira (Prunus dulcis, Rosaceae). Se o clima é seco e escasseia a água para regar, o porta-enxerto de amendoeira é uma boa opção técnica.
O abandono destas árvores muitas vezes tem este efeito:




Torre de Moncorvo, antiga residência do juiz. N.b. os ramos com folhas alongadas (metade esquerda da copa na 1ª foto, em cima na 2ª foto) são de amendoeira; o enxerto de alpercheiro tem folhas triangulares, ou quase [foto CA]


... o cavalo (porta-enxerto) rebela-se contra o cavaleiro (enxerto) :-)

8 comentários:

  1. Bela discrição do que eu vi em criança, de os antigos podadores, a fazer as enxertias de cavalo nos marmeleiros na zona oeste(São João das Lampas Sintra) para haver pereiras saudaveis e resistentes a doenças. Agora é algo muito remoto, e penso que já ninguem o faz nesta região.




    ps: devo salientar que o pilreteiro desapareceu desta região.


    PSM


    Belo post!!

    ResponderEliminar
  2. Fantástico! Estamos sempre a aprender coisas interessantes neste blog!

    zg

    ResponderEliminar
  3. Boa noite

    Foi um encanto ter descoberto esta maravilha.Cá voltarei regularmente.
    Costumo enxertar pereiras em espinheiro.Crescem pouco mas produzem muito bem.
    Só enxerto alguns,poucos,pois os restantes são para a nidificação de algumas aves e para chá.
    Costumo apanhar as vagas e oferecer a quem quiser semear.

    Cordial abraço,

    mário

    ResponderEliminar
  4. Obrigado, Mário. Será sempre bem-vindo.
    Carlos

    ResponderEliminar
  5. gostaria de saber se tem uma arvore que seu fruto chama-se amendoin de cachos. Um amigo ganhou uma arvore com ente nome e plantou em sua casa, faz seis anos que plantou e ate agora nada de resutado, ele esta desconfiado que foi enganado;

    ResponderEliminar
  6. Linda Gonçalves 15 de Outubro de 2015
    Olá boa tarde, gostaria de saber se enxertar uma pera Rocha num porta -enxerto de Marmeleiro , a pera fica ( Rocha ) ou se tem outra qualidade. Desde já o meu muito obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se respeitar todos os requisitos que uma enxertia exige, a sua pereira terá as características do enxerto, ou seja, enxertando variedade "Rocha", obterá essa qualidade.

      Eliminar
  7. Tenho 3 pereiras enxertadas em carrapiteiro há quase 30 anos. Nunca passaram dos 2 metros de altura, mas também de pouco tratamento precisam. Todos os anos produzem bastante!

    ResponderEliminar